Dados para contato

Perfil: http://www.google.com/profiles/aautistafs E-mail: aautistafs@gmail.com‎ - aafsassociacao@hotmail.com‎ ‏ Endereço: Rua Berlim - Nº95 - Parque Getulio Vargas Telefone: 75 36225956‎ ‏

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Critérios Diagnósticos


Fonte da foto: http://3.bp.blogspot.com/_PX6ASeed_xY/SatECZvQMHI/AAAAAAAABeY/tO5gNR9DoVY/s400/Andreeturmadamonica2.jpg

 

 

Subgrupos do DSM-IV (1994) para

Transtornos Invasivos de Desenvolvimento:


  • Autismo
  • Síndrome de Rett
  • Transtorno desintegrativo da infância
  • Transtorno invasivo de desenvolvimento não-específico
  • Síndrome de Asperger

 

Distúrbio autista (DSM-IV, 1994)


A. Pelo menos seis dos 12 critérios abaixo, sendo dois de (1) e pelo menos um de (2) e (3)
1) Déficits qualitativos na interação social, manifestados por:
a. dificuldades marcadas no uso de comunicação não-verbal
b. falhas do desenvolvimento de relações interpessoais apropriadas no nível de desenvolvimento
c. falha em procurar, espontaneamente, compartir interesses ou atividades prazerosas com outros
d. falta de reciprocidade social ou emocional
2) Déficits qualitativos de comunicação, manifestados por:
a. falta ou atraso do desenvolvimento da linguagem, não compensada por outros meios (apontar, usar mímica)
b. déficit marcado na habilidade de iniciar ou manter conversa ção em indivíduos com linguagem adequada
c. uso estereotipado, repetitivo ou idiossincrático de linguagem
d. inabilidade de participar de brincadeiras de faz-de-conta ou imaginativas de forma variada e espontânea para o seu nível de desenvolvimento
3) Padrões de comportamento, atividades e interesses restritos e estereotipados:
a. preocupação excessiva, em termos de intensidade ou de foco, com interesses restritos e estereotipados
b. aderência inflexível a rotinas ou rituais
c. maneirismos motores repetitivos e estereotipados
d. preocupação persistente com partes de objetos
B. Atrasos ou função anormal em pelo menos uma das áreas acima presente antes dos 3 anos de idade
C. Esse distúrbio não pode ser melhor explicado por um diagnóstico de síndrome de Rett ou transtorno desintegrativo da infância.

 

Síndrome de Asperger

A. Déficits qualitativos na interação social, manifestados por, pelo menos, dois dos seguintes:
1) déficit marcado no uso de comportamentos não-verbais, tais como contato visual, expressão facial, postura corporal e gestos para regular a interação social
2) incapacidade de estabelecer relações com seus pares de acordo com o seu nível de desenvolvimento
3) falta de um desejo espontâneo de compartilhar situações agradáveis ou interesses (como, por exemplo, mostrando ou apontando para objetos de interesse)
4) falta de reciprocidade emocional ou social
B. Padrões de comportamento, atividades e interesses restritos e estereotipados, manifestados por:
1) preocupação excessiva, em termos de intensidade ou de foco, com interesses restritos e estereotipados
2) aderência inflexível a rotinas ou rituais
3) maneirismos motores repetitivos e estereotipados
4) preocupação persistente com partes de objetos
C. Esse transtorno causa distúrbios clinicamente significativos em termos sociais, ocupacionais ou em outras áreas importantes de funcionamento
D. Não há atraso clinicamente significativo de linguagem (por exemplo, palavras isoladas aos 2 anos, frases aos 3 anos)
E. Não há atraso clinicamente significativo do desenvolvimento cognitivo, de habilidades de auto-ajuda, de comportamentos adaptativos (excetuando-se interação social) e de curiosidade em relação ao seu ambiente durante a infância
F. Não há critérios suficientes para o diagnóstico de outro transtorno invasivo de desenvolvimento ou esquizofrenia

 

Transtorno desintegrativo da infância

A. Desenvolvimento aparentemente normal até, pelo menos, os 2 primeiros anos de idade, manifestado pela presença de comunicação verbal e não-verbal, interação social, habilidade lúdica e comportamentos adaptativos apropriados
B. Perda clinicamente significativa, antes dos 10 anos de idade, de habilidades previamente adquiridas em, pelo menos, duas das seguintes áreas:
1) linguagem expressiva ou receptiva
2) habilidades adaptativas ou sociais
3) controles esfincterianos
4) habilidade lúdica
5) habilidades motoras
C. Deficiências funcionais qualitativas em pelo menos duas das seguintes áreas:
1) interação social (uso de comunicação não-verbal, desenvolvimento de relações interpessoais, reciprocidade social ou emocional)
2) comunicação (desenvolvimento de linguagem, habilidade de iniciar ou manter conversação, uso estereotipado, repetitivo ou idiossincrático de linguagem, habilidade de brincar de forma variada e espontânea)
3) padrões de comportamento, atividades e interesses restritos, repetitivos e estereotipados, incluindo maneirismos motores e estereotipias
D. Não há critérios suficientes para o diagnóstico de outro transtorno invasivo de desenvolvimento ou esquizofrenia

 

Autismo X Síndrome de Asperger

Controvérsias permanecem a respeito dos diagnósticos de Autismo e Síndrome de Asperger serem entidades clínicas separadas ou diferentes graus de comprometimento de um mesmo transtorno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário